Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Partilhar, partilhando

Aqui falo de coisas minhas e coisas que vou vendo ou vou sabendo. O que gosto e o que não gosto. Falo de tudo e de nada!

Partilhar, partilhando

Aqui falo de coisas minhas e coisas que vou vendo ou vou sabendo. O que gosto e o que não gosto. Falo de tudo e de nada!

Um mar roxo a perder de vista

As cores do Alentejo.JPG

 

Espaço a perder de vista, imenso e plano até onde a vista alcança. Ao fundo no horizonte o nosso olhar já não consegue distinguir as formas. Ficam difusas de tão distantes.

É por isso que gosto das planícies. Lembram-me o mar. Nele a água, aqui a terra.

Este mar de terra tem múltiplas mudanças. Pode ser vermelho de papoilas, amarelo dourado do restolho do trigo, verde quando as ervas despontam, branco ou amarelo de malmequeres ou pode ser roxo, como o vi e registei neste dia lá para o lados da Aldeia da Luz.

 

Fiquem bem.

Mary S.

 

2 comentários

Comentar post