Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Partilhar, partilhando...

Falo de coisas minhas e coisas que vou vendo ou vou sabendo. O que gosto e o que não gosto. Falo de tudo e de nada!

Partilhar, partilhando...

Falo de coisas minhas e coisas que vou vendo ou vou sabendo. O que gosto e o que não gosto. Falo de tudo e de nada!

13
Ago15

Uma portuguesinha saudosa


Partilhar, partilhando..

 

20150805_083913.jpg

Vaduz - Liechtenstein 

No caminho de Zurique para Innsbruck, através dos Alpes, parámos para tomar café em Vaduz, a capital do Principado do Liechtenstein, uma cidadezinha pequena, dominada pelo castelo no cimo do penhasco e que é residência oficial do Príncipe de Liechtenstein. Em baixo existe pouco mais do que a igreja, o edifício do parlamento, bancos, alguns hotéis e uma rua onde está concentrado o comércio. Era cedo, apenas se viam na rua as pessoas do nosso grupo, cinquenta portugueses. Entrei numa loja de souvenirs para comprar um iman de Vaduz para a minha colecção e quando já estava a pagar, aparece vinda do armazém da loja, uma jovem portuguesinha. Tinha ouvido falar português e ela que não estava a atender, porque não havia muitos clientes, veio saudosa até nós. Disse-me, que em dois anos e meio que trabalhava em Vaduz, nunca tinha visto ali um grupo de portugueses em passeio. Os pais que estavam desempregados, há três anos tinham deixado Portugal para trabalhar na Suiça, ela não queria ir, ainda por cá ficou seis meses na esperança de arranjar um emprego. Não arranjou e foi para junto deles. Vivia na Suiça e vinha para ali trabalhar todos os dias. Fiquei admirava, mas disse-me que Vaduz ficava muito perto da sua casa. E disse-me mais. Se arranjasse um emprego em Portugal, vinha embora. Os olhos ficaram tristes, prestes a deixar cair as lágrimas.  Deu para sentir o quanto estava cheia de saudades. E tive pena, muita pena, não só por ela como pelos milhares que tiveram de sair, não por opção pessoal, mas porque a isso foram obrigados, por não encontrarem no seu país condições para ter uma vida digna. Espero e desejo que a situação económica melhore, pois tal como esta jovem, se tiverem oportunidade, muitos regressarão e todos são cá precisos.

Sair do país por vontade própria, por um projecto de vida, para ganhar experiência de estudo ou de trabalho,  para conhecer outros povos e outras realidades, é uma coisa, outra bem diferente é ter de deixar o país onde nasceram, porque não lhes são dadas possibilidades para crescer e ganhar autonomia, para aqui terem a sua casa, os seus filhos e aqui viverem a sua vida, se for esse o seu desejo. 

Fiquem bem.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Agosto 2015

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Blogs Portugal

Quantos estão por cá

Visitas de fora

Flag Counter