Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Partilhar, partilhando...

Falo de coisas minhas e coisas que vou vendo ou vou sabendo.

Partilhar, partilhando...

Falo de coisas minhas e coisas que vou vendo ou vou sabendo.

05
Out18

De Varsóvia ao Báltico - Helsínquia


Partilhar, partilhando..

 

IMG_8867.JPG

 Teatro Nacional da Finlândia

IMG_8874.JPG

 Catedral de Helsínquia

IMG_8897.JPG

  Igreja Ortodoxa - Helsínquia

 

Depois da travessia do Mar Báltico que referi no post anterior, desembarcámos na capital da Finlândia e fizemos um tour pela cidade. Passámos pelos lugares mais emblemáticos, a Praça do Senado, em cujo topo norte está a Catedral de Helsínquia, a Estação Central, o Ateneum, a Esplanada, o Teatro Nacional, a Avenida Mannerheim. Depois à beira mar, vimos a Roda Gigante, a Igreja Ortodoxa e a Praça do Mercado (Kauppatori), onde existe diariamente um mercado de rua, com venda de frutas, artigos artesanais e tendas de restauração. É muito conhecida por ser um bom local para se experimentar a comida típica finlandesa.

Helsínquia é uma cidade relativamente pequena, o mar e as actividades a ele ligadas, estão muito presentes. Passámos por várias marinas dentro da cidade e os espaços verdes e esplanadas estavam cheios de pessoas a aproveitar o Sol no final de um Verão fora do comum.

Já era noite quando fomos para o hotel onde jantámos e descansamos um pouco porque o voo para Lisboa era muito cedo, tivemos de deixar da cama a meio da noite.

E assim terminou esta viagem. A próxima durará menos dias e será a uma só cidade, que já conheço, mas onde ficou muito para ver.

Barcelona, até já.

Fiquem bem.

 

04
Out18

De Varsóvia ao Báltico - Viagem de Tallinn para Helsínquia


Partilhar, partilhando..

 20180908_122008.jpg

 IMG_8816.JPG

  IMG_8807.JPG

No penúltimo dia de viagem, fomos ao final da manhã para o porto de Tallinn, para apanhar o barco para Helsínquia. Trata-se de um porto moderno, bastante movimentado, não só pelas ligações diárias entre Tallinn e outras cidades bálticas, como pelo movimento dos grandes navios de Cruzeiro, que trazem até à capital da Estónia, milhares de turistas.  

Embarcámos no Megastar, um ferry novo, da Companhia Tallink/Silja Line, com capacidade para 2.800 passageiros e 300 tripulantes. Tinha restaurantes, zonas de jogos, lojas, música ao vivo, enfim tudo para proporcionar uma travessia agradável. A viagem duraria duas horas e para mim serviu para ficar com uma ideia do que será fazer um Cruzeiro. O almoço buffet foi óptimo, o serviço e o ambiente a bordo excelentes. Aproveitámos para andar pelo navio, ainda parámos para ouvir música ao vivo e fizemos umas compras nas lojas. 

Através das grandes janelas, começámos a ver pequenas ilhotas e ao longe o porto de Helsínquia estava já à vista. Em breve era tempo de deixar o navio. Que pena!

Depois de desembarcarmos, foi altura para conhecer a capital finlandesa.

Fiquem bem.

 

 

02
Out18

De Varsóvia ao Báltico - Tallinn, capital da Estónia


Partilhar, partilhando..

IMG_8675.JPG

Praça do Município (Raekoja Plats)

IMG_8677.JPG

Câmara Municipal 

IMG_8723.JPG

Cúpulas da Catedral Ortodoxa de Alexander Nevsky

IMG_8738.JPG

Vista da Cidade Velha

IMG_8734.JPG

 Torres e muralha

  IMG_8788.JPG

Anúncio da farmácia mais antiga da Europa

20180908_101213.jpg

Vendedora na Cidade Velha 

20180908_101935.jpg

 Animação de rua - Tallinn

 

Depois de Riga, seguimos para Tallinn a capital da Estónia e felizmente continuámos com bom tempo e temperaturas altas. Os casacos, impermeáveis e chapéus de chuva não saíram das malas.  O que foi muito bom.

Tallinn foi fundada em 1154, a parte antiga da cidade é cercada pela muralha e torres medievais. O seu centro histórico é dos mais bem conservados da Europa, e foi por isso considerado Património Mundial pela UNESCO. Isso torna-a uma cidade diferente, com algo de mágico, sendo muito interessante observar não só o  ambiente como a envolvência dos habitantes. 

Iniciámos a visita entrando para a cidade velha pelas Portas de Viru, e depois foi um dia inteiro a caminhar pelas estreitas ruas empedradas, escadas, becos e praças. Gostei particularmente da Praça Central (Raekoja Plats) com o chão ligeiramente inclinado, rodeada por belos edifícios, entre eles a Câmara Municipal e o edifício onde se encontra a farmácia mais antiga da Europa, em actividade desde 1422. No seu interior existe um pequeno museu. Esta farmácia é visita quase obrigatória. Nesta praça há vários restaurantes e cafés com esplanadas. Almoçámos no Maikrahv, um restaurante de ambiente medieval. 

Subimos depois para a colina de Toompea e do miradouro junto do Parlamento, admirámos a vista da cidade velha e do porto, com os grandes navios de cruzeiro e os barcos que fazem a ligação para S. Petersburgo e Helsínquia. Seria neste porto que iríamos embarcar para a capital da Finlândia. Vimos a bonita Catedral Ortodoxa de Alexander Nevsky com as cúpulas negras, o Castelo de Toompea e as muralhas, um conjunto arquitectónico que se encontra perfeitamente conservado, passámos pelo Parlamento e pela Catedral de Santa Maria.

Voltámos para a parte baixa, descendo por um dos caminhos mais famosos que ligam a parte alta à parte baixa da cidade antiga, o caminho da Perna Curta, chamado assim por ser escadas e portanto só era utilizado por peões. O outro é o caminho da Perna Longa, porque por ele circulavam os cavalos.  

À noite o jantar foi no Grillhaus Daube, um restaurante no centro histórico, cujo ambiente nos remetia para as tabernas medievais. 

Tal como sucedeu em Riga, também aqui fiquei com pena de não ter ficado mais tempo. Tallinn é uma cidade muito especial, que merece ser visitada. 

Fiquem bem.

 

28
Set18

De Varsóvia ao Báltico - Riga, capital da Letónia


Partilhar, partilhando..

 

 

40950760_2254891124539452_6389548908397199360_n.jp

IMG_8476.JPG

IMG_8544.JPG

 

20180906_114958.jpg

Riga encantou-me. Ficámos no centro da cidade num hotel em frente à Opera e a um parque lindíssimo. Gostei de tudo nesta cidade, a arquitectura, os jardins, os parques, os cafés e a alegre movimentação das ruas. Flores muito cuidadas por todo o lado, para dar cor e alegria aos dias que em regra são mais cinzentos. Não este ano que tem sido por todo o Báltico e não só, um Verão fora do comum. E nós sentimos isso, tivemos sempre dias de sol e de muito calor em todas as cidades que visitámos. 

Gostei muito da visita que fizemos ao centro histórico e ao bairro de Arte Nova, declarados Património da Humanidade. Riga tem uma das maiores colecções de arquitectura de Arte Nova da Europa. No centro histórico vimos a famosa Casa do Gato Preto, a Praça da Câmara Municipal com o Palácio das Cabeças Negras, a Catedral que é a maior dos países bálticos e a Igreja de S. Pedro. 

Gostaria de voltar com mais tempo, pois sei que ficou muito para ver.

Fiquem bem.

 

23
Set18

De Varsóvia ao Báltico - Vilnius, capital da Lituânia


Partilhar, partilhando..

 20180905_120054.jpg

 Catedral e Torre Sineira - Vilnius

20180905_093843.jpg

 Interior da Igreja de S. Pedro e S. Paulo - Vilnius

IMG_8367.JPG

 Capela com a pintura de Nossa Senhora da Misericórdia - Madonna de Vilnius 

Tínhamos partido cedo de Varsóvia e depois de um dia inteiro de viagem, com uma paragem para almoçar em Augustów ainda na Polónia, chegámos ao entardecer a Vilnius, capital da Lituânia. Ficámos no Confort Hotel LT - Rock 'N' Roll Vilnius, referido apenas pela particularidade de toda a decoração ser inspirada no Rock e nas suas maiores figuras. Em breve saímos para um jantar típico, acompanhado por música tradicional lituana, numa taberna do séc. XIX. Foi um jantar e serão muito agradável.

Na manhã do dia seguinte começámos a visita à cidade pela Igreja de S. Pedro e S. Paulo, cujo interior barroco nos deslumbrou, depois a Catedral de Vilnius e a Torre Sineira, Igreja de S. Casiniro, Igreja de Santa Ana, o centro histórico e a famosa Porta do Amanhecer, o que resta da fortificação da cidade, que tem no cimo uma pequena capela com a pintura que representa Nossa Senhora da Misericórdia, a conhecida e venerada Madonna de Vilnius.

A cidade é pequena mas muito interessante. A maior parte dos seus monumentos são igrejas, tem muitas e extremamente bonitas. O centro histórico é considerado Património Mundial pela UNESCO por ser o maior em estilo barroco da Europa. Podemos ainda observar arquitectura gótica e renascentista. 

IMG_8435.JPG

 Palácio Presidencial - Vilnius

20180905_114056.jpg

 Rua da Literatura - Vilnius

Vimos o Palácio Presidencial, a Universidade e a Rua da Literatura em cujas paredes estão homenageados escritores e poetas. A cidade é muito conhecida pelos artigos em âmbar e tem lojas que são uma tentação.

IMG_8425.JPG

 Edifícios no Centro Histórico - Vilnius 

IMG_8416.JPG

Antes de deixarmos a cidade fizemos uma passagem muito breve pela República de Uzupio, zona de artistas, que se auto-declarou independente no dia 1 de Abril de 1997, dia das mentiras. Não foi reconhecida, mas tornou-se uma zona de visita quase obrigatória.

Depois o nosso destino seria Riga, capital da Letónia.  

Fiquem bem.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Outubro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Blogs Portugal

Visitas de fora

Flag Counter